A Semana Santa é um momento especial onde contemplamos, liturgicamente, a Nosso Senhor Jesus Cristo ultrajado, exangue e morto por nossa causa, mas também, e, sobretudo, ressuscitado e vitorioso. Por essa razão, as cerimônias litúrgicas desse tempo são profundamente tocantes, pois percebemos nos gestos e símbolos da liturgia a expressão do amor de Deus por cada um de nós “tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim.” (Jo 13,1).

Cientes de tão grande, ou melhor, infinito amor de Deus por nós, o paroquianos da capela santa Inês acompanharam atentos e compenetrados as cerimônias realizadas desde o domingo de Ramos até a Páscoa.

 Na quinta-feira Santa, por exemplo, foi celebrada a Missa de Instituição da Eucaristia seguida do rito do Desnudamento do Altar; Na sexta-feira Santa a celebração da Paixão do Senhor foi especialmente tocante, e, de maneira especial, o cântico do Evangelho e a Adoração da Santa Cruz.

Ao som de festivos cânticos e do repicar dos sinos, a alegria da Ressurreição inundou a todos os presentes na capela no domingo de Páscoa. O júbilo foi ainda maior pela Primeira Comunhão de quatro crianças que, em dia tão insigne, puderam receber a Nosso Senhor em Corpo, Sangue, Alma e Divindade!

No fim da celebração o Revmo. Pe David Ritchie, EP  entregou a cada criança da capela um saboroso ovo de Páscoa!

Confira as fotos